Provérbios 25:1

São também estes provérbios de Salomão, os quais transcreveram os homens de Ezequias, rei de Judá.

Play Audio:

Temos aqui um lembrete de que estamos estudando os provérbios de Salomão. Temos o aconselhamento pessoal de um rei, a quem o SENHOR inspirou com a Sua sabedoria. E os provérbios que temos aqui foram selecionados dentre muitos outros através de um esmerado trabalho de homens nomeados por Ezequias, o rei.

Neste versículo das Escrituras existe valor. Do contrário o SENHOR não o teria dado a nós. Existem duas intermissões no livro de Provérbios, um em 10:1 e outro aqui. Ele está nos dando uma pausa para podermos considerar novamente que palavras especiais estamos lendo. Vamos considerá-lo com cuidado e veremos que aqui também existe sabedoria para o nosso aprendizado.

Deus deu a Salomão, filho de Davi e rei de Israel, muita sabedoria e um grande coração (IRs 3:10-15). Ele imediatamente mostrou a Israel o seu grande senso de justiça ao tratar com duas prostitutas de uma maneira maravilhosa (IRs 3:16-28). Ele era mais sábio do que todos os homens e homens sábios e reis que vieram de todas as nações para ouvi-lo falar sobre qualquer assunto (IRs 4:29-34).

Deus também deu a Salomão as outras coisas que eram necessárias para efetuar experiências em descobrir os propósitos e os prazeres da vida. Ele era um homem bastante atraente (ISm 16:12; IISm 11:2); ele tinha capital ilimitado (Ec 2:10), não teve nenhuma guerra (IRs 4:24-25), e era um governante absoluto no auge do poder da nação israelita (IRs 4:20-21)!

Considere! Ele era incrivelmente versado e socialmente desejável; ele podia se dar ao luxo de adquirir o que quisesse; ele não tinha oposição alguma para desviar a sua atenção; e todos faziam exatamente o que ele desejava. Seu grande laboratório para efetuar experimentações a respeito da vida era excepcional. Nenhum homem ou grupo de homens, antes ou depois, puderam chegar perto de suas oportunidades de pesquisas ou habilidade em analisar e resumir os resultados. Efetuar pesquisas dos sem tetos não conta!

Salomão dedicou a sua vida a descobrir os objetivos e os prazeres dos homens na vida (Ec 1:3,12-13). Ele experimentou tudo e mais alguma coisa. Riquezas? Prata era tão comum quanto o cascalho (IRs 10:14:29)! Mulheres? Ele tinha 700 mulheres, e trezentas concubinas, muitas das quais ele amou com o seu coração tamanho GG (IRs 11:1-3)! Entretenimento? Ele experimentou de tudo que havia para ser experimentado em inacreditáveis excessos (Ec 2:1-10)! Prestígio? Homens sábios e reis da terra vieram anualmente com presentes para ouvi-lo falar (IRs 10:1-25)!

Ao término de seu grande e glorioso experimento de vida, ele cuidadosamente buscou boas palavras para ensinar o seu povo a verdade a respeito do que ele havia aprendido. Ele resumiu o seu vasto aprendizado em 3000 provérbios meticulosamente desenvolvidos e aceitáveis – dizeres curtos, substanciais e poderosos a respeito da verdade e sabedoria para que o povo aprendesse sua sabedoria (Ec 12:9-10). E os provérbios foram mais apurados por divina inspiração (Ec 12:11)! Você consegue ouvir do céu, “São estas as verdadeiras palavras de Deus” (Ap 19:9)?

Onde é que Ezequias se encaixa? Ele foi um glorioso rei em seu tempo, um descendente de Davi e de Salomão (IICr 32:27-30). Ele foi excepcionalmente sábio e zeloso na reforma e avivamento da verdadeira religião em Israel como era nos dias de Davi e de Salomão (IICr 29:2; 30:21-27; 31:1-21). Ele havia nomeado homens, sob a direta direção de Deus para selecionar os provérbios usados a partir deste ponto até o fim do livro de Provérbios.

Que dom incrível! Você consegue acreditar nisto? Você tem um livro com cerca de 500 dos mais seletos provérbios do aprendizado de Salomão, revisados à perfeição pelo Deus Criador, e cuidadosamente selecionados pela indicação de outro grande rei. Temos aqui a sabedoria do maior rei e do próprio Deus para você levar uma vida próspera. Glória! Obrigado, Senhor!

E agora, caro leitor, o que você fará com estas concisas afirmações curtas de sabedoria chamadas de provérbios? Você vai lê-los como se fossem curiosos dizeres da antiga literatura religiosa? Você vai ficar maravilhado com suas concisões e variedade? Ou você vai se humilhar diante deles com um coração tremente e rogar ao Senhor que lhe ensine na alma toda a sabedoria que cada um contém?

Toda a sabedoria de todos os autores, mesmo com a explosão de nossas informações e aprendizado, não consegue se comparar com um dos seus provérbios (IITm 3:7). Porque ler o tratado sobre antropologia de um professor que odeia a Deus, é fumante de marijuana, amante sexual de outra pessoa do mesmo sexo, que dá aulas a respeito do comportamento sexual dos pinguins de uma perna só de Madagascar?

O versículo em si tem valor! Ele serve como uma segunda intermissão, depois do versículo 10:1, para que entendamos novamente que estamos lendo as palavras mais gloriosas no universo (junto com o restante das Escrituras) Veja os comentários a respeito de Pv 1:1. Caro leitor, você é muito abençoado! O que você fará com este livro? Como é que você pode colocá-lo de lado para ler outra coisa qualquer?

Você consegue ver o Senhor Jesus Cristo neste versículo? Você deve, pois toda a Escritura testifica a respeito Dele (Jo 5:39), especialmente naquelas partes escritas por outro filho de Davi! O Espírito Santo projetou o versículo para provocar ainda mais o nosso apetite pelos provérbios de Salomão, mas com as palavras do nosso abençoado Senhor Jesus Cristo tem que dizer, “Um maior do que Salomão está aqui”!